A evolução da marca Beltrão Coelho

Fevereiro 15, 2018 | 70 anos Beltão Coelho

A evolução da marca Beltrão Coelho

 

A imagem institucional de uma empresa é o «cartão de visita» para quem a procura. É, de igual forma, a «arma secreta» que permite a cada empresa vingar no mercado que, cada vez mais, se regula pelas leis da competitividade e concorrência.

Hoje, com a evolução crescente das novas tecnologias, surgem novas exigências no mercado, não só por parte de quem vende, mas sobretudo por parte de quem compra. Estamos numa era em que a estética é a «chave-mestra» do sucesso comercial de qualquer negócio, pois tudo o que parece belo aos nossos olhos acaba por ser desejado.

Esta é uma preocupação que a Beltrão Coelho tem tido ao longo destes 70 anos de atividade no mercado nacional.

Fundada em 1948 por José Augusto Beltrão Coelho, a empresa adquiriu inicialmente a designação comercial de «J. Beltrão Coelho», inspirada nas iniciais do seu criador. Este logótipo, com linhas sóbrias e clássicas, manteve-se até 1961 – altura em que a empresa passa a ser uma sociedade de responsabilidade limitada –, sofrendo, no entanto, algumas redefinições no seu lettering adaptadas às tendências gráficas de cada época (Fig. A,B,C).

Fig. A
Fig. B
Fig.C

O aparecimento do novo logótipo, que marca a passagem da empresa para a nova denominação «Beltrão Coelho, Lda», poucas diferenças registou em termos do seu lettering, pois o objetivo estava em associar a nova denominação da empresa à antiga imagem que havia conquistado junto dos consumidores, uniformidade que se manteve até ao final da década de 70 (Fig. D).

No início dos anos 80, assistimos a uma reconstrução global da imagem da Beltrão Coelho, Lda. Junto do mercado, adotou um design com linhas gráficas modernas e simétricas, que ao longo dos anos foi sofrendo pequenos ajustes e que se manteve em vigor até final  de 1997 (Fig. E e F).

Fig. D
Fig. E
Fig. F

Em 1998, e por ocasião da comemoração dos seus 50 anos de atividade, a Beltrão Coelho, Lda. adotou um «novo visual», introduzindo assim uma nova tipografia única em todos os seus suportes gráficos.

Em termos globais, a nova imagem da empresa apresentou-se com uma maior unidade gráfica, com novas proporções e relações do símbolo com o logótipo, e com uma redefinição de toda a linha gráfica, que confere maior coerência formal e cromática à marca (Fig. G).

Foi também criado, no âmbito desta efeméride, um logótipo comemorativo do 50º aniversário (Fig. H).

Nos 10 anos que se seguiram, a identidade gráfica da empresa manteve-se inalterada, tendo as comemorações do 60º aniversário sido assinaladas com um novo logótipo comemorativo (Fig. I).

Fig. G
Fig. H
Fig. I

Em 2011, a Beltrão Coelho adotou um novo logótipo. Este seguia já as tendências gráficas mais contemporâneas, apresentando um lettering mais simples, não serifado, e um símbolo mais dinâmico com recurso a gradiente. Apesar de surgir com uma aparência significativamente diferente, a marca manteve a cor azul, associada à estabilidade, confiança e transparência (Fig. J).

A comemoração dos 70 anos da Beltrão Coelho motivou a criação de mais um logótipo comemorativo. Este incorpora a marca da Beltrão Coelho, associando-a aos conceitos de longevidade e renovação cíclica (Fig. K).

* Texto adaptado maioritariamente de um artigo presente no suplemento do Jornal Expresso, publicado no âmbito do 50º Aniversário da Beltrão Coelho.

Fig. J
Fig. K

Add a comment

*Please complete all fields correctly